A Segunda Geração – Preparada para o Futuro


O uso de matérias-primas de segunda geração na produção de biodiesel não conflita com o uso de matérias-primas para a produção de alimentos, o que as torna tão funcionais e rentáveis quanto as de primeira geração. Este é o objetivo.


A prioridade é testar matérias-primas como a jatropha, as algas, a pongamia e outras alternativas. Uma das mais promissoras é a Jatropha curcas. Esta planta oleaginosa, também conhecida como pinhão manso, além de não ser adequada para produção de alimentos, possui ainda outras vantagens importantes:
• Não concorre com a produção de alimentos
• Cresce em solos degradados
• É resistente à aridez e necessita de pouca água
• Pode auxiliar na prevenção de erosão
• Gera empregos


O departamento de pesquisas da Evonik está trabalhando com grande empenho para desenvolver formulações feitas sob medida para cada nova matéria-prima e para os diferentes perfis de qualidade dos óleos.